A fonte perene

06 DEZ 2017
06 de Dezembro de 2017

"Quando tudo cai ao nosso redor, Deus é a nossa esperança e abrigo". (John Piper)

São muitas as circunstâncias que conspiram contra a alegria.
Se quisermos, todos temos uma lista enorme a enumerar.
Às vezes sem que percebamos, a tristeza em nosso corpo viraliza, vinda de uma saudade que nos monopoliza, de uma decepção que nos paralisa, de uma saúde que nos fragiliza, de um medo que se agudiza, de um pecado que se banaliza, de um cansaço que se generaliza, de um projeto que não se realiza, de uma ameaça que se  concretiza, de uma mágoa que nos mobiliza.
Antes que se torne crônica, podemos tomar uma atitude que a estanca. Temos que cortar pela raiz a sangria: precisamos nos conectar à fonte da alegria.
Um poeta bíblico nos dá o roteiro:

*Eu irei até o teu altar, ó D'us, pois tu és a fonte da minha felicidade* Salmo 43.4

É a certeza da presença de D'us conosco que nos enche de alegria e nos traz felicidade para sempre 

*Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente* Salmo 16.11

Não será algum prazer, algum amor, algum poder ou a falta de dor.
Quando o Eterno é a fonte da nossa alegria, a saudade diminui para que cresça a gratidão, a confiança vence a decepção, a doença deixa de lado a tensão, o medo faz da paz seu condão, o pecado encontra a confissão, a coragem dá a mão à frustração, a mágoa se abre para o perdão.
Para nossa tristeza em alegria transformar, D'us nos espera em seu altar 

*Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário* Salmo 51.12

tenham todos um dia nutridos pela verdadeira fonte para nossa Vida que é nosso Pai Criador do Universo! Eglom de Moraes.
Voltar